Welcome!

This community is for professionals and enthusiasts of our products and services. Share and discuss the best content and new marketing ideas, build your professional profile and become a better marketer together.

1

Um breve panorama do cooperativismo mundial.

Por
Rogério dos Santos
on 12/06/19 02:46 23 visualizações

Dados do desenvolvimento do cooperativismo mundial.

O modelo socioeconômico cooperativista teve origem na Inglaterra – nos tempos da

1°Revolução Industrial – como uma alternativa a modelos tradicionais como o capitalismo e o

comunismo, propondo o esforço comum de um grupo para alcançar benefícios também

comuns a todos.

Desde então, o cooperativismo tem se expandido por todo o mundo e ganhado cada vez mais

adeptos, onde as pessoas percebem na cooperação uma estratégia certeira para todos, juntos

, irem mais longe.

Mas podem ser diversos os motivos e objetivos que levam essas pessoas a cooperarem entre

si.

Veja só:

– Tipos de cooperativas pelo mundo

Os tipos de cooperativa variam conforme os interesses do grupo cooperado, bem como da

situação socioeconomica e política do local e da época em que estas sejam constituídas.

O último Censo Global do Cooperativismo, realizado pela ONU, apontou a existência de mais

de 2,6 milhões de cooperativas em todo o mundo, somando mais de 1 bilhão de membros e

sócios clientes.

O estudo também indica mais de 12,6 milhões de postos de trabalho gerados por

empreendimentos cooperativos. Sendo que esse número não inclui as 982.400 cooperativas

agrícolas da China, cujos dados sobre emprego não estavam disponíveis na época da

pesquisa.

O Censo Global do Cooperativismo ainda destaca que a França é o país com maior número de

cooperados (membros e sócios clientes), mas a Nova Zelândia é o país com maior geração de

empregos cooperativos.

Entre os ramos cooperativos, as agropecuárias são as que mais se destacam em número de

cooperativas (mais de 1 milhão), enquanto as cooperativas financeiras são as que reúnem

maior quantidade de membros (mais de 700 milhões).

De acordo com o Observatório Mundial das Cooperativas, as 300 maiores cooperativas do

mundo apresentaram crescimento maior que 7% ao ano, com faturamento médio de U$ 2,53

bilhões.

Na França, estão três das maiores cooperativas mundiais: a maior cooperativa financeira do

mundo, a maior de consumo e a maior de viagens e turismo. A maior cooperativa industrial é

da vizinha Espanha. Já a maior cooperativa de seguros global é norte-americana. Enquanto a

República da Coréia tem a maior cooperativa agrícola do mundo. E o Brasil também se destaca

no ranking, com a maior cooperativa social (de saúde) do planeta, a Confederação Nacional

das Cooperativas Médicas Unimed do Brasil.

Muito mais do que um simples modelo de negócios, o cooperativismo tem sido visto como uma

alternativa viável e eficaz para o desenvolvimento sustentável das nações.

O próprio Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon destacou que “as cooperativas

desempenham um papel importante em muitas sociedades. Acreditamos que elas possam dar

contribuições significativas para o Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) em termos

de geração de emprego, erradicação da pobreza, redução da fome e da desigualdade”.

O Secretário-Geral ainda salientou o importante papel dos diversos tipos de cooperativas,

sendo que, as agrícolas ajudam a melhorar a produtividade de pequenos produtores e da

agricultura familiar, facilitando seu acesso à tecnologia, ao crédito, à novos mercados, etc.

As cooperativas sociais, por sua vez, podem constituir uma importante rede de segurança nos

casos em que o bem público diminui ou é mínimo, fazendo também com que os indivíduos

sociais tragam para sí a responsabilidade e a gestão destas áreas.

Em outro exemplo, as cooperativas financeiras são, em alguns casos, alternativas únicas de

dezenas de milhares de pessoas que vivem na pobreza.

Fazendo real a possibilidade de existencia de Bancos Populares, de Micro Crédito ou Crédito

Solidário.

Segundo Guy Ryder, diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT), “as

cooperativas não são uma ideia nova, mas são mais relevantes do que nunca, se olharmos

para os desafios de desenvolvimento e para as oportunidades que o mundo enfrentará nas

próximas décadas”.

REDE CONTRIBUCIONISTA

Rogério dos Santos - Coordenador Geral.

51992528631

Adicione um comentário


Fique Informado



Links úteis:

Documentos da Rede

...

Sobre esta Comunidade

This community is for professionals and enthusiasts of our products and services. Share and discuss the best content and new marketing ideas, build your professional profile and become a better marketer together. Leia Orientações

Ferramentas de Pergunta

1 seguidor (es)

Estatísticas

Perguntada: 12/06/19 02:46
Visto: 23 vezes
Última atualização: 23/06/19 07:18